03 de agosto de 2012 11:43

Esse Presente não me pertence

Por Edson Rufo

Esse presente não me pertence

Engana-se quem pensa que para ter uma boa auto-estima é preciso ser bonito, inteligente, ou ter dinheiro. Está no caminho certo quem aprendeu a acreditar em si próprio, a entender suas limitações, a valorizar suas habilidades, a confiar em seus valores e, principalmente, a se sentir feliz sem ter que corresponder às expectativas de todos que o cercam assim.

 Quando se fala em auto-estima,   falam-se também da desvalorização humana, dos medos, angústias e da não aceitação dos próprios erros e defeitos. “Valorizamos o defeito porque no nosso inconsciente existe um arquivo que guarda tudo que é negativo e sempre que pensamos em realizar algo, pensamos nos defeitos ou erros que nos atribuíram ao longo da vida”,

     Desde criança, fomos acostumados a ouvir o “não”. Quantas vezes nossa própria mãe e familiares nos diziam: “menino, não sobe aí”, “moleque, não brinque no chão”, “menina, não suba na escada” —e por aí, afora.

“Geralmente aprendemos a entender o “não” em primeiro lugar. Assim, vamos entendendo que não podemos, não vamos conseguir, não somos capazes, ficamos frustrados e deprimidos.”

     Vivemos em uma época onde a competitividade é exacerbada.

Há sempre um grande estresse e isso se agrega rapidamente, para a “não-valorização” —é muito fácil uma pessoa se desvalorizar. “Isso dá medo de errar e esse medo do erro leva à desvalorização, porque algumas pessoas já dizem: ‘Eu não vou conseguir’”.

“Para não acontecer à desvalorização, precisamos ser diferentes sempre; a competição às vezes é até inconsciente, mas continuamos competindo”.

Devemos pensar que temos que criar metas e objetivos e realizá-los dentro das nossas exigências.

A valorização vem da conquista, porque, como seres humanos, sempre queremos o melhor, só que temos que fazer o melhor para nós, para nossa conquista pessoal “.

“Este presente não me pertence, não deixe que as pessoas coloquem coisas negativas na sua cabeça e quando isso acontecer lembre-se: ‘esse presente não me pertence’”.

 

 

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*