24 de outubro de 2016 16:00

Calça Thai aposta em uma moda em equilíbrio com a natureza e a sociedade

A marca não utiliza matéria-prima de origem animal

Por Redação

Vestir um estilo de vida. Essa é a proposta da Calça Thai (www.calcathai.com), ecommerce especializado em calças tailandesas, que oferece uma nova forma de consumo, investindo em desenvolvimento social e integração com o meio ambiente, com peças produzidas com tecidos naturais e costuradas por artesãs locais.

Com peças versáteis, a marca lançada em março de 2015 oferece roupas genuinamente tailandesas e que se encaixam perfeitamente em homens e mulheres e com opções de transformar calças em macacões. O objetivo é integrar moda com estilo de vida, onde o bem-estar e a consciência do todo sejam prioridade na hora de se vestir.

“A ideia surgiu após observar que existia uma demanda no Brasil, mas nenhuma empresa se dedicava a oferecer as calças tailandesas para os brasileiros. Com isso, viajei para a Tailândia e passei um tempo estudando, visitando artesãs e costureiras, buscando saber mais sobre a logística e operações até o desenvolvimento do negócio”, explicou Pierre Larose, fundador do ecommerce.

Pensamento Sustentável – Com looks produzidos com algodão orgânico, a marca não utiliza matéria-prima de origem animal. Isso garante que as roupas da marca são, em toda sua linha de produção, confeccionadas de maneira consciente. Além disso, a emissão de carbono gerada pela empresa é compensada pelo plantio de árvores na Mata Atlântica.

Responsabilidade Social – Mais do que oferecer conforto e bem-estar para quem usa a roupa tailandesa, a Calça Thai visa também ajudar a comunidade na qual está inserida. Para isso, promove a igualdade entre homens e mulheres contratados, tanto em salários – acima da média mínima nacional -, quanto em oportunidades dentro do local de trabalho, sendo tratados com cuidado e respeito. Além disso, as artesãs tailandesas, que desempenham a sua função da sua própria residência, se mantendo próximas a família, são pagas antecipadamente para não correr risco de endividamento no processo de compra de material para a produção das peças.

“Assim garantimos que tradições e habilidade locais sejam mantidas, conectando a produção de comunidades rurais com mercados aos quais eles dificilmente teriam acessos, como o Brasil, sem perturbar seu estilo de vida. Utilizamos nosso conhecimento sobre os dois países e culturas para gerarmos novas oportunidades e pontes antes inexistentes”, concluiu Pierre Larose.

Novos mercados – Além do Brasil, a Calça Thai comercializa online na Europa, Oceania e Estados Unidos, acreditando que a autenticidade e responsabilidade são de extrema importância, com o processo de entrega sendo feito de maneira cuidadosa. A meta da empresa é levar seus conceitos e ideias para a América Latina, com entrada no México prevista ainda neste trimestre.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*