01 de março de 2017 09:15

Campeã do Rio será conhecida nesta quarta

Apuração das notas começa às 15h, na Praça da Apoteose

Por Redação

Ansiedade no grau máximo: a partir das 15h desta Quarta-Feira de Cinzas, dia 1º, também aniversário de 452 anos do Rio de Janeiro, serão abertos os envelopes com as notas que definirão a grande campeã do carnaval carioca e também o destino menos nobre de uma das 12 escolas, que será rebaixada e deixará o Grupo Especial em 2018.

Momentos antes do início da apuração, os presidentes das doze agremiações se reunirão com a diretoria da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) para o sorteio que definirá a ordem de abertura dos envelopes.

O último quesito a ter as suas notas anunciadas será o primeiro a ser usado para estabelecer o desempate entre agremiações que obtiverem a mesma pontuação; persistindo a igualdade, o desempate será feito no quesito anterior e assim sucessivamente.

Cinquenta e quatro julgadores atuaram nos desfiles, seis para cada um dos nove quesitos, sendo quatro titulares e dois reservas. Para a soma dos resultados, serão validadas as três maiores notas dadas pelos julgadores titulares – as notas dos julgadores reservas só valerão caso algum dos titulares tenha faltado.

São permitidas apenas notas de 9,0 a 10,0, com frações de 0,1 (um décimo). Toda nota diferente de 10 deve ser justificada, e as justificativas são posteriormente divulgadas no site da Liesa.

Acadêmicos do Tatuapé é a campeã em SP

tatua
A Acadêmicos do Tatuapé é a escola campeã do carnaval 2017 de São Paulo. Depois do vice em 2016, a escola da Zona Leste levou seu primeiro título com uma homenagem à Mãe África. O campeonato veio no critério de desempate: a escola ficou com a mesma pontuação da Dragões da Real (269,7 pontos), mas teve melhor desempenho no quesito samba-enredo.

O presidente da agremiação, Eduardo Santos, agradeceu os integrantes pelo empenho na conquista do primeiro título. “Nós viemos aqui e mostramos para esse povo o que é a festa africana. O continente que mais sofre no mundo, mas que sabe fazer festa”, disse.
“Agora nós somos campeões do carnaval. Ninguém pode escrever a história do carnaval de São Paulo sem passar por 2017 e sem citar o nosso nome”, afirmou o presidente da Tatuapé.

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.