09 de fevereiro de 2013 13:05

Exportações americanas e argentinas de milho serão menores em 2013

Previsão é de que as exportações brasileiras cresçam 1,5 milhão de toneladas

Por Redação

Os Estados Unidos vão reduzir as exportações de milho na safra 2012/2013, segundo informações do Relatório Mensal sobre Oferta e Demanda divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda – sigla em inglês) nesta sexta-feira ( 8/2).

De acordo com o levantamento de fevereiro, as vendas externas devem somar 22,86 milhões de toneladas, uma queda de 5,26% sobre as estimativas de janeiro. A redução já era prevista pelo mercado e ocorre pela crescente pressão pelo produto no mercado norte-americano. “Os estoques americanos estão muito baixos, por conta disso o milho produzido nos Estados Unidos está US$ 40 dólares mais caro que o brasileiro”, diz Paulo Molinari, analista da empresa de consultoria Safras & Mercado.

Segundo projeções do Usda, os estoques finais norte-americanos devem se situar em 16,06 milhões de toneladas, 9 milhões de toneladas a menos que os estoques finais da safra anterior.

As exportações argentinas também foram reduzidas em 500 mil toneladas sobre as projeções de janeiro, para 19 milhões de toneladas na safra 2012/2013. Já as vendas externas brasileiras devem crescer 1,5 milhão de toneladas, para 19 milhões de toneladas.

Os estoques finais de trigo nos Estados Unidos também foram reduzidos sobre as estimativas de janeiro e devem somar 18, 82 milhões de toneladas. Já as exportações mundiais de trigo para 2012/2013 foram ligeiramente reduzidas em 300 mil toneladas.

*As informações são do Globo Rural

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*