02 de novembro de 2010 22:57

Governo autoriza candidatos a professor a fazerem exames em clínicas particulares

Candidatos reclamam que na fila de espera do SUS n

Por Junior Lima
Exame cardio  
Exames somam mais de R$ 2 mil.  

O governo de São Paulo publicou no “Diário Oficial”, no último dia 29, autorização à Secretaria da Educação e o Iamspe – Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual, para criar convênios com laboratórios particulares, a fim de atender a demanda de 13 exames solicitados aos 10 mil candidatos aprovados na penúltima fase do concurso público para professor.

Os custos somam mais de R$ 2 mil, e os candidatos reclamaram que na fila do SUS – Sistema Único de Saúde, não daria tempo de entregar os exames obrigatórios para a próxima fase.

A partir do dia 3 de novembro, os candidatos serão procurados pela rede Dasa, conveniada para realizar os exames. Após a posse do cargo haverá reembolso dos valores de exames realizados antes da publicação do decreto.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*