04 de janeiro de 2017 11:35

AM: Polícia identifica 7 líderes de rebelião

Massacre deixou 56 detentos mortos em Manaus

Por Redação

A força-tarefa da Polícia Civil informou nesta quarta-feira (4) que sete presos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) foram identificados como líderes do massacre que deixou 56 detentos mortos, em Manaus.

Ainda segundo a polícia, o nome de outros presos envolvidos na rebelião está sendo apurado. O inquérito policial deve ser concluído em 30 dias.

De acordo com o delegado Ivo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ainda não é possível dizer se o massacre foi uma ação ordernada da facção Família do Norte (FDN) contra o Primeiro Comando da Capital (PCC).

A rebelião no Compaj durou aproximadamente 17h e acabou na manhã desta segunda-feira (2).

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*