10 de janeiro de 2017 16:49

Diretor de presídio é exonerado no AM

José Carvalho é acusado de receber dinheiro de facção

Por Redação

O governador do Amazonas, José Melo (PROS), exonerou o diretor interino do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), José Carvalho da Silva, nessa segunda-feira (9). Ele é acusado de receber dinheiro da facção Família do Norte (FDN) para facilitar a entrada de drogas, armas e celulares no presídio, onde 56 detentos morreram na madrugada do dia 1º.

Dois detentos fizeram a denúncia por meio de uma carta escrita. Gezildo Nunes da Silva, que respondia pelo crime de roubo, e Alcinei Gomes da Silveira, preso acusado de homicídio, foram mortos no massacre.

“Estão diariamente fazendo ameaças da questão de nos tirar de onde estamos hoje, guarda volume seguro 2. Nós internos conseguimos uma medida cautelar de segurança, pois corremos risco de morte”, diz um trecho da carta.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*