06 de fevereiro de 2017 12:29

Espírito Santo pede apoio da Força Nacional

Estado está sem policiamento há três dias

Por Redação

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, solicitou apoio da Força Nacional para reforçar a segurança no Estado, já que os policiais estão em greve. Garcia disse, em entrevista à rádio CBN nesta segunda-feira (6), que já falou com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e o pedido está sendo formalizado.

Segundo o secretário, a justiça concedeu liminar declarando a ilegalidade da paralisação, a necessidade de desobstrução de todos os quarteis e unidades da polícia. Também foi feita a substituição do Comando Geral da Polícia Militar, que será comandada pelo coronel Nilton Rodrigues. “Ele assume o comando com a missão de restabelecer a ordem e disciplina e continuar conversando com os policias com a premissa fundamental de colocar policiamento na rua”, disse.

As manifestações de familiares começaram na sexta-feira (3), quando 12 mulheres, familiares de militares se reuníram em frente à 6ª Companhia, no bairro de Feu Rosa, na Serra, e fecharam a saída de viaturas. Elas reivindicam reajuste salarial e o pagamento de auxílio-alimentação, periculosidade, insalubridade e adicional noturno.

As manifestações se estenderam para outros batalhões durante o fim de semana e, segundo a Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo (ACS), já atingem todos os batalhões do estado.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*