21 de outubro de 2012 12:34

Estagiários são demitidos em massa depois de acidente com idosa

Palmerina Pires Ribeiro morreu depois de ter caf

Por Redação

Após ter café com leite injetado na veia por uma estagiária, que resultou na morte da idosa Palmerina Pires Ribeiro, a Prefeitura de São João de Meriti, na Baixada Fluminense (RJ), anunciou na última sexta-feira (19) a suspensão dos contratos de todos os estagiários do curso técnico de enfermagem matriculados na rede municipal de saúde. 

O erro fatal da estagiária, que acabou sendo indiciada por homicídio culposo (sem intenção de matar), ocorreu no Posto de Atendimento Médico (PAM) de Vilar dos Teles. Trabalhavam na saúde pública de São João de Meriti aproximadamente 50 estagiários, 30 vinculados ao posto médico onde a idosa morreu. Os demais atuavam em outras unidades.

Em nota, a Prefeitura de São João de Meriti informou que “está sendo aberta sindicância administrativa” para investigar as circunstâncias do incidente. O Coren-RJ (Conselho Regional de Enfermagem do Estado do Rio) já havia denunciado a atuação de estagiários sem supervisão nesse PAM, mas nenhuma providência foi tomada, de acordo com o órgão.

O caso não é isolado. No dia 08, a aposentada Ilda Vitor Maciel, 88, morreu após ter recebido sopa na veia. 

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*