12 de janeiro de 2017 17:30

Lei de Drogas ampliou lotação dos presídios, diz ONG

Em 2005, 9% dos presos foram detidos por crimes relacionados a drogas

Por Redação

A Lei de Drogas, aprovada em 2006, foi classificada como “fator chave para o aumento drástico da população carcerária no Brasil” pelo relatório da organização Human Rights Watch, divulgado nesta quinta-feira (12).

O documento afirma que, em 2005, 9% dos presos foram detidos por crimes relacionados a drogas. Em 2014 esse número avançou para 28%. Para a ONG, a legislação confusa acabou levando usuários à cadeia como traficantes.

Pela lei, para definir se alguém é usuário ou traficante, o juiz deve analisar questões como quantidade apreendida, histórico e condições da ação.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*