10 de fevereiro de 2017 09:25

Número de mortos no ES sobe para 113

Caos no estado ocorre devido a greve dos policiais

Por Redação

O número de mortos vítimas da violência no Espírito Santo já chega a 113 em seis dias de greve da Polícia Militar. Entre os mortos está o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Guarapari (Sintrovig), Walace Belmiro Fernaziari, que foi baleado dentro do próprio carro, em Vila Velha.

Com a falta de policiamento, lojas continuam fechadas e o prejuízo estimado chega a R$ 180 milhões, segundo a Federação do Comércio e Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio-ES). Três mil homens do Exército Brasileiro estarão nas ruas até este fim de semana.

Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários), Edson Bastos, os ônibus só voltam a circular quando a segurança for restabelecida no estado. “O governo nos prometeu segurança. Alguns terminais de ônibus tinham tropas do Exército, outros não. Tivemos motoristas ameaçados com armas. Não dá para trabalhar dessa forma”, disse.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*