12 de janeiro de 2017 08:20

Setenta presos de facções rivais são transferidos

Medida visa evitar possíveis conflitos, segundo a SAP

Por Redação

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) do estado de São Paulo transferiu pelo menos 70 detentos de presídios desde o início de 2017. Os presos fariam parte de facções criminosas rivais do Primeiro Comando da Capital (PCC), considerada líder do tráfico de drogas no estado de São Paulo.

Segundo a SAP, os cerca de 70 presos foram levados a locais considerados “neutros”, sem o domínio das facções.

As mudanças de presídios dos envolvidos no caso teriam sido feita após as rebeliões ocorridas no início do ano nos estados do Amazonas e Roraima, que já deixaram mais de 100 mortos. A disputa entre o PCC e o Comando Vermelho (CV), considerada principal adversária do PCC no comércio de drogas no país, motivou os massacres.

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, convocou para esta quinta-feira (12), às 10h, na sede da Corte, uma reunião com os presidentes dos 27 tribunais de Justiça do país para a crise do sistema penitenciário.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*