03 de fevereiro de 2017 08:50

Temer visita Lula em hospital e é hostilizado

Grupo chamou presidente de “golpista”, “vagabundo” e “assassino”

Por Redação

O presidente Michel Temer e sua comitiva foram hostilizados ao chegarem no Hospital Sírio-Libanês, na noite dessa quinta-feira (2).

O cardiologista Roberto Kalil Filho, que cuida da ex-primeira-dama Marisa Letícia, foi até o lado de fora da unidade para receber a comitiva, que incluía o ex-senador José Sarney, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, o senador Romero Jucá, e os ministros José Serra, Henrique Meirelles e Eliseu Padilha.

Manifestantes xingaram o grupo de políticos de “golpista”, “vagabundo” e “assassino”.

O ex-presidente Lula, que continua no hospital, também recebeu visita e solidariedade do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Marisa Letícia segue em uma UTI. Ela não tem mais fluxo no cérebro.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*