02 de janeiro de 2017 08:45

Vítimas de chacina são sepultadas em Campinas

O autor do ataque também se matou

Por Redação

As vítimas da chacina que ocorreu durante a festa de Réveillon em Campinas (SP) começaram a ser sepultadas nesta segunda-feira (2), no Cemitério da Saudade.

O autor do ataque, que também se matou, Sidnei invadiu uma casa, onde morava sua família, com um canivete e uma pistola 9 milímetros. Ele usou a arma para matar a ex-mulher, Isamara Filier, de 41 anos, o filho, João Victor, de 8 anos, e outras dez pessoas, oito mulheres e dois homens, durante as comemorações de final de ano.

Segundo uma testemunha que estava na casa, Sidnei pulou o muro, entrou na casa e fez os disparos contra todos. Essa mesma testemunha também relatou que quando ouviu os primeiros disparos, pensou que eram fogos de artifício. Mas viu o tio cair no chão e percebeu o que ocorria. Correu para o banheiro e ligou para a polícia e para unidades de resgate.

Araújo escreveu uma carta para alguns amigos sobre seus planos.

O caso foi registrado no 4º Distrito Policial de Campinas como homicídio consumado e pensado, além de suicídio.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*