23 de novembro de 2017 13:39

Argentina relata ruído após submarino sumir

Quatro mil pessoas estão mobilizadas nas operações de resgate

Por Redação

A Marinha da Argentina afirmou nesta quinta-feira (23) que foi detectado um “evento consistente com uma explosão” registrado algumas horas depois do último contato do ARA San Juan, no dia 15 de novembro.

“Recebemos uma informação do embaixador da Áustria sobre um evento anômalo, singular, curto, violento e não nuclear consistente com uma explosão”, disse o porta-voz da Marinha, Enrique Balbi. “O evento coincide com a informação recebida pelos Estados Unidos (…) de que foi detectada uma anomalia hidroacústica”.

“Seguimos as buscas até ter uma evidência mais concreta sobre onde está o submarino e os 44 tripulantes”, disse Balbi a jornalistas, acrescentando que as famílias da tripulação foram notificadas sobre a nova informação.

“Até que não tenhamos nenhuma evidência certa, não podemos tirar nenhuma informação conclusiva”, disse.

Quatro mil pessoas estão mobilizadas nas operações de resgate a bordo de navios e aviões argentinos e de pelo menos outros sete países, entre eles, o Brasil e os Estados Unidos.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*