11 de fevereiro de 2011 08:34

Dezenas de soldados são mortos por menino-bomba no Paquistão

Garoto de 12 anos vestia uniforme escolar quando detonou os explosivos

Por Ivana Flores

Um menino-bomba mata 31 pessoas e deixa outras 42 feridas no Paquistão. O atentado ocorreu na área militar na cidade de Mardan, no noroeste do país, na quinta-feira (10).

Segundo informações, na hora que detonou os explosivos o garoto de 12 anos usava uniforme da Escola Aziz Bhatti, próxima ao local. As bombas explodiram por volta das 8h (1h em Brasília), momento no qual diversos recrutas faziam treinamento físico.

Menino-bomba mata 31 pessoas no Paquistão.

O Taleban paquistanês assumiu o ataque, mas afirmou que o suicida era um soldado do próprio centro militar de Mardan. “Ele queria sacrificar sua vida pelo Islã”, afirmou Ahsanullah Ahsan, porta-voz do grupo. “Aceitamos sua oferta e o orientamos a atacar seus colegas militares em Mardan”.

Ultimamente o Exército tem sido alvo de inúmeros ataques terroristas nesta região do Paquistão, onde se concentra o maior número de militantes do Taliban.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*