22 de março de 2016 14:17

EI reivindica ataques em Bruxelas

Atentados atingiram aeroporto e estação de metrô

Por Redação

O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelos atentados no Aeroporto Internacional de Zaventem e na estação de metrô Maelbeek em Bruxelas, na Bélgica, nesta terça-feira (22). Informação foi divulgada pela agência de notícias do grupo terrorista, a Amaq.

“Os combatentes do Estado Islâmico realizaram uma série de bombardeios com cintos e aparatos explosivos nesta terça-feira, tendo como alvos o aeroporto e uma estação de metrô no centro da capital da Bélgica, Bruxelas”, escreveu a agência.

O ataque deixou 34 mortos e 170 feridos, de acordo com a imprensa local, mas os números não param de crescer. As explosões, duas no aeroporto e uma no metrô, levaram o país a entrar em alerta máximo para atentados terroristas.

A polícia belga informou ter encontrado um rifle Kalashnikov ao lado dos corpos no aeroporto de Bruxelas, segundo a emissora pública belga VRT. O canal privado VTM disse que um cinto com explosivos foi localizado e detonado pela polícia.

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, disse que a prioridade é reforçar a segurança em alguns pontos onde temiam alguma ameaça e socorrer vítimas.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*