01 de dezembro de 2010 17:00

Há contradição entre secretária de Estado e vice dos EUA sobre o WikiLeaks

Hillary diz que situa

Por Edvaldo Júnior

O Departamento de Estado americano se contradisse na quarta-feira (1º), ao comentar os reflexos da divulgação de mais de 250 mil telegramas de diplomatas dos EUA ao redor do mundo.

 William Burns, vice-secretário do Estado – EUA

Na abertura da reunião de cúpula da cúpula da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) nesta quarta-feira na capital do Cazaquistão, a secretária de Estado indicou que não haverá abalos nas relações dos EUA com outros países.

“Falamos da questão dos vazamentos para assegurar a nossos parceiros que estes não interferirão na diplomacia internacional para continuar o trabalho que está em curso. Não ouvi temores de que algum país não vá continuar trabalhando conosco no futuro”, disse Hillary.

 

Veja também: Interpol já tem ordem para capturar fundador do site WikiLeaks

                      WikiLeaks: EUA abrem investigação criminal contra o site

                     WikiLeaks: Veja revelações comprometedoras anunciadas pelo site

Comentando encontros com líderes já em Astana, a secretária relatou ter discutido “temas muito importantes” para “solucionar problemas globais”.

Embora a confiança da secretária, o vice secretário do Estado William Burns, admitiu que houve “danos significativos”.

William Burns ocupa em Washington, o posto número 2 na diplomacia americana, admitiu que os vazamentos de dados sigilosos já causaram danos relevantes aos EUA.

“A realidade é que a desprezível quebra de confiança que vimos através dos vazamentos do WikiLeaks já causou danos significativos em nossa habilidade de conduzir esforços diplomáticos”, disse Burns a um comitê do Congresso americano.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*