18 de fevereiro de 2014 17:25

Pagamentos mobile respondem por quase 20% das compras on-line

As quitações feitas por smartphones e tablets cresceram 55% em 2013

Por Denise Gircella
Gatty Images
Getty Images

Os pagamentos mobile somaram 19,5% de todas as transações realizadas on-line em dezembro de 2013, de acordo com dados divulgados pela Adyen, empresa global de TI. No ano passado, os pagamentos feitos por smartphones e tablets cresceram 55%, revela o levantamento realizado pela empresa holandesa, que inclui os segmentos de viagens, bens digitais, games, varejo e ingressos.

Dentre os aparelhos utilizados para pagamentos, o iPad e o iPhone, da Apple, aparecem em primeiro lugar. O iPad respondeu por 41% das transações móveis durante o período de setembro a dezembro do ano passado, seguida pelo iPhone, com 31,6%. Os aparelhos Android aumentaram a participação e responderam por 20% das transações móveis. Depois aparecem os tablets Android, com 6,6%, e os dispositivos com Windows Mobile, que representaram 0,6% das transações móveis desde junho de 2013. O BlackBerry praticamente não apareceu nos últimos quatro meses, representando apenas 0,2%, caindo do 0,3% nos quatro meses anteriores.

O segmento de viagens teve uma alta de 22% na quantidade de transações no período entre setembro e dezembro de 2013, somando quase 30% de todas as transações realizadas em smartphones ou tablets. No entanto, os games alcançaram a maior alta nos últimos quatro meses, passando de 12%, subindo para 35%. O volume das transações móveis no varejo também cresceu quase um terço, chegando a 23%. Já no caso das vendas de ingressos, 20% das compras foram feitas em dispositivos móveis, número que era de 12% no estudo anterior, e a compra de bens digitais subiu 9% no mobile, alcançando 18% do total das transações.

*As informações são da Infomoney

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*