03 de abril de 2017 16:10

Premiê diz que explosão foi “atentado terrorista”

Tragédia em metrô na Rússia deixou 10 mortos e 50 feridos

Por Redação

Após a explosão no metrô de São Petersburgo, na Rússia, que deixou 10 mortos nesta segunda-feira (3), o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, afirmou que a tragédia foi um “atentado terrorista”. Em comunicado, o Comitê de Investigação russo informou que está investigando o caso e examinará “todas as eventuais pistas”.

Segundo o último balanço divulgado pelo Comitê Nacional Antiterrorismo do país, cerca de 50 outras pessoas ficaram feridas.

De acordo com o Daily Mail, integrantes do Estado Islâmico comemoraram o ataque e afirmaram que trata-se de uma retaliação pelos bombardeios na Síria.

A explosão aconteceu quando o trem da linha azul seguia da estação Sennaya Ploshchad até a Tekhnologichesky Institut. Após o ocorrido, o governo fechou todas as estações da rede metroviária da cidade.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*