03 de agosto de 2017 15:59

Após votação, reforma política passa a ser prioridade

Votação na Câmara rejeitou denúncia contra Temer

Por Redação

Um dia depois da votação na Câmara dos Deputados sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer, os parlamentares já compareceram à Casa, nesta quinta-feira (3), para retomar a agenda de votações.

Nas próximas semanas, os deputados devem dar prioridade à reforma política e a reforma da Previdência.

Para Chico Alencar (Psol-RJ), deputado da oposição, avaliou a vitória do governo Temer como temporária e afirmou que pode ser revertida com os desdobramentos da crise. “O jogo não acabou. Foi um jogo de ida, governo ganhou por uma pequena margem, mas se a mobilização popular crescer, os resultados começam a mudar”, disse.

No total,, 263 deputados votaram a favor do relatório que negava a autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) investigasse Temer contra o crime de corrupção passiva.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*