06 de junho de 2017 09:05

Ex-ministro Henrique Eduardo Alves é preso

Operação investiga superfaturamento em construção de Arena

Por Redação

O ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, foi preso nesta terça-feira (6) em um desdobramento da operação Lava Jato.

O ex-deputado da Câmara Eduardo Cunha também é alvo de um novo mandado de prisão. O político já está detido desde outubro no Paraná.

A operação, denominada Manus, investiga corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo as obras de construção da Arena das Dunas, sede de Natal, no Rio Grande do Norte, da Copa do Mundo de 2014. O superfaturamento identificado chega a R$ 77 milhões.

Em nota, a PF afirma que “a partir das delações premiadas em inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal, e por meio de afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos, foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que, na verdade, consistiram em pagamento de propina. Identificou-se também que os valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 de um dos investigados foram desviados em benefício pessoal”.

No total, os agentes cumprem 33 mandados, sendo cinco de prisão preventiva, 22 de busca e apreensão e seis de condução coercitiva. Ação ocorre no Rio Grande do Norte e Paraná.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*