08 de fevereiro de 2017 12:18

Governador critica atuação de PMs do ES

“O que está acontecendo é chantagem aberta”, disse

Por Redação
Foto: A Gazeta
Foto: A Gazeta

O governador licenciado do Espírito Santo, Paulo Hartung, afirmou nesta quarta-feira (8) que o governo está sendo chantageado pelos policiais militares que suspenderam as atividades no estado desde sexta-feira (3).

“É um caminho errado, que rasga a Constituição do país. O que está acontecendo no Espírito Santo é chantagem aberta. Isso é a mesma coisa que sequestrar a liberdade e o direito do cidadão capixaba e cobrar resgate. Não pode pagar resgate nem pelo aspecto ético nem pelo descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse.

Hartung está de licença do cargo por causa de uma cirurgia para retirada de um tumor na bexiga. Por recomendação médica, ele está de repouso e só deve reassumir o cargo na semana que vem. César Colnago continua como governador em exercício.

Hartung fez um apelo para que os policiais militares voltem ao trabalho. “Eu me dirijo aos homens e mulheres da Polícia Militar sérios e de bem, que pertencem a uma instituição mais que secular no estado que está sendo manchada por atitudes grotescas. Respeitem a sua instituição, o estado do Espírito Santo, o cidadão capixaba. Quem paga essa conta é o cidadão capixaba, quem está mantendo o salário dos profissionais de segurança em dia é o cidadão capixaba.”

Já Colnago disse que pedirá mais homens da Força Nacional e do Exército para reforçar a segurança do estado.

“Estamos tomando providências no sentido de aumentar o efetivo da Força Nacional, principalmente, que é policial, e das Forças Armadas, para que tenhamos segurança, nesse momento em que a sociedade se encontra sem condições de se deslocar, quase em ‘cárcere privado'”, afirmou.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*