10 de dezembro de 2010 15:49

Indústria química deve crescer 29%, diz Abiquim

Estimativas s

Por Jordânia Ferreira

Indústria QuímicaEstimativas da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), divulgadas na sexta-feira (10/12), indicam que a indústria química brasileira deve faturar US$ 130,2 bilhões em 2010, crescimento de 29% na comparação com 2009 e de 6,6% ante 2008.

De acordo com o balanço, revelado no Encontro Anual da Indústria Química, em São Paulo, os produtos químicos de uso industrial devem registrar o maior faturamento entre os segmentos setoriais (US$ 63,8 bilhões), seguidos dos produtos farmacêuticos (US$ 19,9 bilhões), de higiene pessoal e perfumaria (US$ 13,8 bilhões) e adubos e fertilizantes (US$ 11,2 bilhões).

Segundo o levantamento, desde 1990, a produção nacional avançou 75% e 5,8% em relação a 2009. Já as vendas internas aumentaram 52,2% desde 1990 e 7,5% na comparação com o ano passado.

A Abiquim prevê ainda que as importações alcancem US$ 25,1 bilhões até o fim do ano, contra US$ 23,5 bilhões em 2009. As exportações, por sua vez, devem chegar a US$ 10,7 bilhões (contra US$10,1 bilhões em 2009), que representaria um déficit do setor da ordem de US$ 14,4 bilhões.

No que se refere a investimentos, a indústria química empregou US$ 2,5 bilhões em 2009. Os projetos aprovados ou em andamento somam US$ 11,9 bilhões. Em estudo, US$ 10,3 bilhões, enquanto os projetos de manutenção, melhorias de processo e segurança, meio ambiente e troca de equipamentos chegam a US$ 3,9 bilhões.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*