20 de julho de 2017 08:43

Janot nega redução nos recursos para a Lava Jato

O procurador-geral da República participou de evento nos EUA

Por Redação

Após ser questionado sobre uma eventual redução no orçamento da Lava Jato para 2018, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, negou que as verbas destinadas para a operação ano que vem tenham previsão de queda.

Ao participar de evento em Washington (EUA), Janot comentou a respeito das declarações dadas por sua sucessora Raquel Dodge. “Está garantidíssimo”, disse.

Ainda segundo Janot, as verbas para a Lava Jato não apenas estão mantidas, como serão elevadas. O procurador-geral afirmou que a proposta orçamentária será votada na semana que vem. “O que eu posso dizer é que o que foi destinado para a Lava Jato para 2018 é mais que 2017″, assegurou.

Ele rebateu críticas de que a crise econômica no Brasil é resultado das investigações da Lava Jato. “O que nós descobrimos é que alguns setores da economia trabalharam de forma específica para capturar um nicho do mercado e se manter nessa posição por meio de propina, sem deixar espaço para competição. Grandes lucros geravam mais fatias de mercado. Isso que afetou a economia. Nós queremos que a economia se desenvolva de uma maneira livre, em concorrência saudável, para termos eficiência econômica e tecnológica e resultados positivos”, finalizou.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*