10 de agosto de 2016 09:00

Lava Jato prende irmão de Adir Assad

Samir Assad é acusado de crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

Por Redação

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram nesta quarta-feira (10) a nova etapa da Lava Jato, em que foram denunciados 11 investigados, sendo cumprido 1 mandado de prisão e 1 de busca e apreensão em São Paulo, expedido pela 7a Vara Federal Criminal/RJ.

O empresário Samir Assad, irmão do lobista Adir Assad, condenado na Lava Jato, foi preso. Ele é acusado de 223 crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, além de organização criminosa.

A Operação Irmandade é um desdobramento da Operação Pripyat, em que foi investigado desvio milionário nas obras de Angra 3 da Eletronuclear.

Outros denunciados foram Marcelo Abbud, que já havia sido preso junto com Adir Assad, e Mauro Abbud. Segundo o MPF, as empresas Legend Engenheiros Associados, SP Terraplenagem, JSM Engenharia e Terraplenagem e Alpha Taxi Aéreo Ltda usaram recibos falsos para abastecer o caixa 2 da Andrade Gutierrez em mais de R$ 176 milhões.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*