03 de julho de 2017 14:20

MPF: Cabral recebeu R$ 122,85 mi de empresas de ônibus

Nova fase da Lava Jato foi deflagrada nesta segunda-feira (3)

Por Redação

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, recebeu R$ 122,85 milhões em propina de empresários do setor de transporte do estado, segundo investigações do Ministério Público Federal. Ainda de acordo com o MPF, o valor foi recebido por meio do operador Carlos Miranda, que também está preso assim como Cabral.

Nesta segunda-feira (3), a Polícia Federal deflagrou a Operação Ponto Final, que tem como alvo a cúpula do transporte coletivo no Rio. Um dos principais investigados é o presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estados do Rio de Janeiro (Fetranspor), Lélis Marcos Teixeira, que teria recebido R$1,57 milhão em propina. Ele foi detido em casa no bairro da Lagoa, na zona sul carioca.

Outro alvo da investigação é o ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro), Rogério Onofre, também foi preso em Florianópolis. Ele é suspeito de ter recebido R$40 milhões em propina.

De acordo com as investigações da operação, foram rastreados cerca de R$260 milhões em propina pagos pelos investigados a políticos do estado.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*