10 de outubro de 2017 16:10

MPF denuncia Joesley e Wesley Batista

Irmãos são acusados de usar informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro

Por Redação

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou, nesta terça-feira (10), os donos da JBS e irmãos Joesley e Wesley Batista por uso de informações privilegiadas e manipulação do mercado financeiro.

A denúncia, oferecida à 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, ocorre um dia após a Polícia Federal (PF) entregar à Procuradoria o relatório final da Operação Tendão de Aquiles, que investigou e incriminou os irmãos. Eles estão presos desde setembro.

Segundo a investigação, os empresários se beneficiaram de informações relacionadas ao acordo de colaboração premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República (PGR) para obter lucro no mercado financeiro.

De acordo com o MPF, os irmãos diminuíram o prejuízo e lucraram R$ 100 milhões com a compra de dólares dias antes do vazamento do acordo de deleção premiada.

Segundo a Procuradoria, eles sabiam que a delação causaria a queda das ações da JBS e a alta do dólar, e atuaram para reduzir o prejuízo da empresa.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*