23 de fevereiro de 2011 07:29

Nesta quarta (23) acontece a votação do salário mínimo

A oposi

Por Ivana Flores
Senador Paulo Paim (PT-RS).

Será nesta quarta-feira (23/02) a votação no Senado pelo reajuste do salário mínimo no valor de R$ 545. Passando pelo Senado hoje, o projeto poderá ser sancionado até o final deste mês pela presidente Dilma Rousseff.

Se na primeira votação na Câmara o governo venceu com facilidade, a expectativa da votação é que o projeto passe com mais facilidade ainda. Já que no Senado a oposição é menor em relação à proposta do governo.

Nem mesmo o senador Paulo Paim (PT-RS) que poderia ser um foco de resistência à proposta do governo por ser ligado às centrais sindicais, deve votar contra os 545 reais. Durante a reunião com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, nesta terça-feira o parlamentar gaúcho indicou que não fará esse movimento.

O PDT também não preocupa o governo no Senado segundo Costa. Na Câmara, o partido chegou a liderar um movimento junto com as centrais sindicais pelo salário mínimo de 560 reais, emenda que acabou derrotada.

Nas contas do líder do governo na Casa, senador Romero Jucá (PMDB-RR), pelo menos três colegas devem votar contra o mínimo de 545 reais. Os senadores Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC), Roberto Requião (PMDB-PR) e Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) devem se posicionar contra o governo. A senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) também está na lista dos resistentes.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*