17 de fevereiro de 2017 09:18

Países fecham acordo para apurar atos da Odebrecht

Construtora está envolvida em possíveis práticas de corrupção

Por Redação

Os procuradores do Brasil e de mais dez países onde a Odebrecht atuou fecharam, nessa quinta-feira (16), um acordo que prevê a criação de equipes para investigar supostos crimes cometidos pela construtora.

O encontro em Brasília contou com a presença de representantes da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Panamá, Portugal, Peru, República Dominicana e Venezuela, países que investigam possíveis práticas de corrupção cometidas pela empreiteira.

Um dos pontos do acordo prevê que, para a recuperação de ativos, a Odebrecht seja obrigada, em caso de irregularidades, a reparar os danos causados. É possível, inclusive, a aplicação de multas vultosas à empresa, dependendo da legislação vigente em cada um dos países que assinaram a cooperação.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*