20 de fevereiro de 2017 16:42

PF atribui a Lula e Dilma o crime de obstrução de Justiça

Delegado Marlon Oliveira sugere que eles sejam denunciados

Por Redação

A Polícia Federal afirmou, em relatório enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que os ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, além do ex-ministro Aloizio Mercadante, atuaram para obstruir as investigações da Operação Lava Jato.

O delegado Marlon Oliveira, do grupo de inquéritos da Lava Jato no STF, sugere que eles sejam denunciados criminalmente, mas em primeiro grau, já que nenhum deles têm foro privilegiado.

O relatório do inquérito foi encaminhado ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, e a Rodrigo Janot, procurador-geral da República. Contudo, a PF não indiciou formalmente Lula, Dilma e Mercadante.

Em nota, a defesa de Lula diz que a conclusão da PF é “desprovida de qualquer fundamento jurídico” e acusa o delegado de “perseguição” ao ex-presidente.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*