28 de março de 2017 08:14

PF deflagra a 39ª fase da Operação Lava Jato

Na ação, o ex-gerente executivo da Petrobras, Roberto Gonçalves, foi preso

Por Redação

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (28) a 39ª fase da Operação Lava Jato para investigar a atuação de operadores no mercado financeiro.

Durante a ação, o ex-gerente executivo de Engenharia da Petrobras, Roberto Gonçalves, foi preso em Boa Vista (RR). As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba.

A fase anterior da Lava Jato, deflagrada dia 23 de fevereiro e batizada de Blackout, apura o pagamento de US$ 40 milhões de propinas durante 10 anos. Jorge Luz e o filho dele Bruno Luz são suspeitos de facilitar o pagamento de propinas.

A PF apura a responsabilidade criminal do ex-executivo, apontado como beneficiário de diversos pagamentos em contas clandestinas no exterior, feitos por empreiteiras.

“A atuação teria se dado no âmbito de uma corretora de valores que é suspeita de ter realizado a movimentação de recursos de origem ilícita para viabilizar pagamentos indevidos de funcionários e executivos da Petrobras”, informou a PF em nota.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*