23 de junho de 2017 08:51

Polícia Federal busca joias de Adriana Ancelmo

Acessórios valiosos seriam fruto de lavagem de dinheiro

Por Redação

A Polícia Federal (PF) realiza nesta sexta-feira (23) uma operação de buscas como desdobramento da Lava Jato. Joias que pertencem a mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral são alvos dos agentes.

Informações preliminares apontam para a ação em um prédio localizado no Jardim Botânico, no Rio, local onde reside a ex-governanta de Adriana, Gilda Maria de Souza Vieira da Silva. O outro apartamento fica na região de Ipanema e seria a residência da irmã da ex-primeira-dama do Rio, Lucia Ancelmo Mansur.

Segundo investigações, um total de 189 acessórios valiosos que seriam fruto de lavagem de dinheiro. O casal comprava as joias e os dois assessores, que funcionavam como operadores financeiros, entregavam o dinheiro correspondente às peças vendidas pela joalheria H.Stern, sem a emissão de notas fiscais. As joias e pedras preciosas compradas são avaliadas em R$ 4,5 milhões.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*