19 de fevereiro de 2013 13:17

Programa Social: governo anuncia mais uma ampliação

Governo federal planeja retirar 2,5 milhões da miséria

Por Edvaldo Júnior

Nesta terça-feira (19), o governo federal anuncia uma ampliação de seus programas sociais que retirará 2,5 milhões da miséria. Com essa medida, vai zerar o número de extremamente pobres de seu Cadastro Único – Banco de dados com informações de brasileiros de baixa renda.

No início deste mês, a presidente Dilma Rousseff teria afirmado que até março o governo acabaria com a miséria cadastrada.

No entanto, há a estimativa do próprio Ministério do Desenvolvimento Social que ainda estejam de fora do programa e do cadastro oficial cerca de 700 mil famílias miseráveis.

Seria o mesmo número de pessoas que serão resgatadas pela medida a ser anunciada hoje: cerca de 2,5 milhões.

Para que a presidente consiga cumprir cumpra a sua promessa de “erradicar” a miséria, essas pessoas ainda têm de ser achadas e cadastradas, para só então receberem as transferências de renda. O governo vem batendo suas metas de cadastro.

Hoje acontece a sexta mudança realizada pela gestão Dilma para erradicar a miséria – pelo critério oficial, garantir uma renda mínima acima de R$ 70 por mês a todos os brasileiros.

Após o programa ficar no comando de Dilma, houveram repetidas mudanças, sempre com a tentativa de aumentar o número de pessoas atendidas.

De acordo com o governo, as alterações fizeram com que 19,5 milhões dos pouco mais de 22 milhões de pessoas miseráveis constantes do Cadastro Único no início de 2011 saíssem da miséria desde então.

Três das medidas ocorreram naquele ano e fizeram com que 3,1 milhões dos extremamente pobres deixassem essa condição: reajustes do Bolsa Família, ampliação dos benefícios do programa e a previsão de que gestantes e nutrizes pudessem recebê-lo.

O Brasil Carinhoso ganhou espaço em 2012. O programa prevê um repasse para que a pessoa deixe a miséria e atingiu 16,4 milhões de cadastrados – foi ampliado para famílias com filhos de até 15 anos.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*