Brasil Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
Todos os sites
04 de março de 2013 14:35

PSB quer lançar 12 candidatos a governador em 2014

O objetivo é pavimentar os palanques de Eduardo Campos

Por Leonardo Simões

A fim de ter um palanque largo o suficiente para sua candidatura à Presidência, o PSB de Eduardo Campos quer lançar 12 governadores em 2014. O objetivo do partido é ajudar a campanha de Campos dando-lhe microfones de sobra para discursar e, assim, tirar espaço de outros possíveis candidatos, como Aécio, Marina e a própria Dilma.

Na lista de 12 candidatos nos Estados, os carros-chefe do PSB são os seis governadores da legenda (AP, PI, PB, PE, ES e CE) –metade pode tentar a reeleição e os outros tentarão fazer os sucessores.

Apesar do número expressivo de candidatos, faltam nomes fortes nos três principais colégios eleitorais do país: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Em São Paulo, o melhor nome do partido, Paulo Skaf, entrou no PMDB em 2011. O presidente do PSB-SP, Márcio França, não descarta se aliar ao PSDB. “Pode ser que uma coligação com Geraldo Alckmin [governador e potencial candidato à reeleição] ajude a campanha do Eduardo”, diz

O prefeito reeleito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, é apontado como um dos prováveis candidatos, mas ele mesmo já se destituiu da missão, alegando que pretende cumprir o mandato até o fim. Até porque Lacerda é afilhado político de Aécio Neves. O presidente do PSB local, Walfrido dos Mares Guia, é ex-ministro de Lula e ligado ao PT.

No Rio, a situação não se inverte. Sérgio Cabral quer que seu vice, Luis Fernando Pezão, seja o candidato, e não há quem se oponha, por enquanto.

Por falar em vice, Eduardo Campos, contudo, não descartou a chance de ser vice de Dilma, em 2014. A hipótese parece cada vez mais remota, diante da sua movimentação nos bastidores, mas ainda possível. Diante desse panorama, o PSB ganha pontos em qualquer posição.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*