14 de junho de 2017 16:56

Senado corta salário de Aécio Neves

Verba de gabinete do político também está suspensa

Por Redação

Aécio Neves, que foi afastado do cargo de senador, teve o salário de R$ 33.763, o carro oficial e a verba de gabinete suspensos. A informação consta em ofício enviado nesta quarta-feira (14) pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), ao ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O presidente do Senado informa que as suspensões começaram a valer em 18 de maio, mesmo dia do afastamento. Ele ainda cita a retirada do nome de Aécio do painel do plenário.

Aécio foi afastado do mandato, com base na delação premiada do empresário Joesley Batista, um dos principais acionistas do grupo JBS. A irmã dele, Andrea Neves, e um primo, Frederico Pacheco, estão presos.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*