20 de outubro de 2017 08:30

Sergio Moro manda prender ex-gerente da Petrobras

Luis Carlos foi condenado por corrupção e lavagem

Por Redação

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (20) a 46ª fase da Operação Lava Jato e tem como alvo o ex-gerente da área internacional da Petrobras, Luis Carlos Moreira da Silva.

Na última quinta-feira (19), Luis Carlos foi condenado pelo Sergio Moro a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem. Segundo o magistrado, ele “participou dos crimes de lavagem praticados pelos demais agentes da Petrobras que receberam recursos desses contratos”.

Depoimentos na Lava Jato apontam, afirma o juiz, que o ex-gerente “teria ainda participado do acerto de corrupção havido na aquisição da Refinaria de Pasadena pela Petrobras, embora não seja ele objeto da presente ação penal”.

Ao todo, são cumpridas nesta sexta, no Rio de Janeiro, duas ordens judiciais, sendo uma de prisão preventiva e outra de prisão temporária.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*