19 de outubro de 2017 19:16

STJ manda soltar Carlos Arthur Nuzman

Ex-dirigente do COB está proibido de deixar o Brasil

Por Redação

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) mandou libertar, nesta quinta-feira (19), o ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) Carlos Arthur Nuzman, um dia após ele ter sido denunciado por corrupção e organização criminosa pelo Ministério Público Federal (MPF).

O ex-dirigente, acusado de intermediar compra de votos para escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016, ficará sob restrição de medidas cautelares, como entrega de passaporte, proibição de deixar o Brasil e proibição de ter contato com outros investigados. Além disso, ele não poderá acessar sedes ou filiais nem exercer qualquer atividade no Comitê Rio 2016 e COB. Todo mês Nuzman terá que se apresentar à Justiça e informar sobre suas atividades.
O ex-dirigente foi preso no último dia 5 e, uma semana depois, renunciou ao comando do COB.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*