31 de janeiro de 2012 11:21

Taxa de desemprego em 2011 foi de 10,5%

Por Edvaldo Júnior

Em 2011, a taxa média de desemprego no país teve considerável queda, passando de 11,9%, em 2010, para 10,5% no ano passado. As informações são da PED (Pesquisa de Emprego e Desemprego), realizada pela Fundação Seade e pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

A pesquisa aconteceu em sete regiões metropolitanas e foi divulgada nesta terça-feira (31).

A taxa recuou em dezembro, para 9,1%, ante 9,7% em novembro. Esta é menor taxa verificada desde o início da série histórica, em janeiro de 1998. No mesmo mês, havia 2,020 milhões de pessoas empregadas no país, com a redução de 142 mil desempregados em novembro.

A taxa registrada em São Paulo caiu de 9,5%, em novembro, para 9%, em dezembro, quarta queda consecutiva e o menor número registrado da série histórica.

“O contingente em São Paulo caiu abaixo de um milhão, para um patamar mítico de 968 mil desempregados. Isso não acontecia desde janeiro de 1995, no período após o plano real”, destaca Alexandre Loloian, técnico da Seade.

O nível da ocupação em dezembro cresceu 0,6% nas sete regiões metropolitanas. Neste mês, o total de ocupados nas regiões foi estimado em 20,2 milhões, para uma PEA (População Economicamente Ativa) de 22,2 milhões.

A taxa de desemprego apresentou recuo em todas as regiões, com reduções mais significativas registradas em Salvador (recuo de 15,5%, em novembro, para 14,1%, em dezembro), Belo Horizonte (de 5,7% para 5,2%) e Porto Alegre (de 7% para 6,4%).

No Distrito Federal, houve redução da taxa de 11,9% para 11%, seguida por Recife (de 12,8% para 12,2%) e Fortaleza (de 8,2% para 7,7%).

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*