15 de junho de 2016 09:32

TCU analisa contas do governo Dilma de 2015

Caso tribunal rejeite, presidente afastada terá prazo para defesa

Por Redação

O Tribunal de Contas da União (TCU) analisa nesta quarta-feira (15) o parecer do ministro José Múcio Monteiro sobre as contas do governo Dilma Rousseff referentes ao exercício de 2015.

Caso o plenário do tribunal rejeite as contas, a presidente afastada terá um prazo de 30 dias para que Dilma apresente defesa aos ministros. Em seguida, os ministros devem votar para concluir se o tribunal recomendará a aprovação, aprovação com ressalvas, ou rejeição das contas do ano apssado. O Congresso é responsável pela palavra final.

Em 2015, o TCU recomendou a rejeição das contas de Dilma Rousseff de 2014, principalmente devido as operações de crédito do governo federal com bancos públicos, as chamadas pedaladas fiscais. Além do atraso no repasse de recursos para a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, referentes a despesas com programas sociais do governo, o TCU também apontou a existência de decretos envolvendo créditos suplementares assinados por Dilma, sem autorização do Congresso.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*