15 de junho de 2016 14:40

TCU diz que Dilma repetiu irregularidades em 2015

Ministro José Múcio Monteiro apresentou relatório nesta quarta

Por Redação

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (15), por unanimidade, o relatório do ministro José Múcio Monteiro que analisa as contas da presidente afastada Dilma Rousseff, referentes ao exercício de 2015.

São até 23 possíveis irreguladades, 18 delas listadas pela área técnica da corte de contas e outras 5 pelo Ministério Público Junto ao TCU.

Agora, Dilma terá 30 dias para responder aos questionamentos do TCU e do MP.

Segundo o ministro, somando os valores referentes aos 23 indícios de irregularidades, pode-se chegar a R$ 260 bilhões em valores questionados.

“Do mesmo modo que ocorreu ano passado, foram identificados indícios de irregularidades na gestão orçamentária e financeira e possíveis distorções nas informações contábeis e de desempenho”, disse Monteiro.

Entre as possíveis irregularidades, segundo ele, está a reedição dos atrasos, pelo governo, nos repasses de recursos a bancos públicos para pagamento de programas, a chamada de “pedalada fiscal”.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*