25 de agosto de 2014 10:00

São Bernardo lança campanha para reciclagem de óleo de cozinha usado

Munícipes que doarem dois litros receberão duas pedras de sabão ecológico

Por Edvaldo Júnior

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, em parceria com o Instituto Triângulo, lançou nesta sexta-feira (22), a campanha Papa Óleo, para reciclagem de óleo de cozinha. O objetivo da iniciativa é dar destinação sustentável para 220 mil litros de óleo de cozinha usados até dezembro de 2015, o que significa a preservação de 5,5 milhões de m³ de água, o equivalente a 2,2 mil piscinas olímpicas cheias de água limpa.

A ação faz parte de política que tem como objetivo tratar de forma adequada resíduos na cidade. Até o momento, São Bernardo conta com coleta seletiva implementada em 19 grandes regiões da cidade, além de nove Ecopontos e dois Ponto Limpo, que faz a coleta em locais de difícil acesso, onde os caminhões não conseguem entrar.

A campanha consiste na instalação de 64 pontos de troca de óleo de cozinha para a população em locais públicos. Os munícipes que doarem dois litros de óleo de cozinha usados (entregues em garrafas PET) receberão, como incentivo, duas pedras de sabão ecológico. O óleo coletado será destinado à produção de sabão e biodiesel.

Os pontos de coleta serão instalados em Escolas Municipais de Ensino Básico (Emebs), centros esportivos, ginásios e clubes esportivos; Paço, Subprefeituras do Riacho Grande e Rudge Ramos; centros de convivência, Centro Recreativo Esportivo Cultural (CRECs) e CEU.

A meta da campanha é que até dezembro deste ano a cidade conte com 100 pontos implantados, com a perspectiva de chegar a 300 pontos de troca até dezembro de 2015.

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, destacou que é importante envolver toda a população do município e também comércios, como padarias e bares, na campanha. “Temos de criar uma rede, pois quanto mais envolvermos a cidade, maior será a adesão das pessoas. Com isso conseguiremos dar destino correto ao óleo usado”, destacou.

Já o secretário de Gestão Ambiental, João Ricardo Guimarães Caetano, lembrou que essa é mais uma ação da Agenda Municipal de Sustentabilidade. “Já implementamos a água de reúso para limpeza das ruas onde ocorrem feiras livres e de papel reciclado nos departamentos da Prefeitura, entre outras ações”, disse.

Mensalmente, são descartados no Brasil cerca de 100 milhões de litros de óleo de cozinha de forma inadequada, em ralos das pias das residências. Se descartado de forma inadequada, esse óleo pode contaminar até 25 mil litros de água; entope tubulações com sua consistência, criando camada que vai retendo resíduos na parede dos encanamentos; além de ajudar na proliferação de vetores (ratos e baratas).

O óleo de cozinha pode ser reciclado e transformado em biodiesel, sabão em pedra, ração animal e massa de vidro, entre outros produtos reciclados.

Fonte: Prefeitura de São Bernardo do Campo

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*